Giannazi participa das manifestações contra a Reforma da Previdência

 

Temer, Alckmin e Dória foram cobrados, neste 15 de março, por milhares de servidores e trabalhadores que tomaram as ruas de São Paulo e de outras cidades do país.

O Deputado Carlos Giannazi esteve presente nos vários atos ocorridos na Capital paulista em defesa dos servidores estaduais, em especial do magistério estadual e municipal.

No Viaduto do Chá, juntou-se aos da rede municipal; na Praça da República, aos servidores da rede estadual de educação – e a ambos defendeu a união das categorias para enfrentar as medidas do Governo. Juntos, todos seguiram à Avenida Paulista, onde diversas outras categorias de trabalhadores se uniram contra a farsa da reforma previdenciária do Governo Federal.

Giannazi ressaltou a importância da união de forças na luta contra a retirada de direitos sociais de todos os trabalhadores, em especial os do magistério, que perderão a aposentadoria especial.

Declarou as reformas do governo Temer criminosas por impedirem o trabalhador do acesso à aposentadoria integral e que o país vive um processo de ‘desconstituição’, onde os direitos sociais estão sendo revogados; com os servidores da educação criticou o Governador Alckmin pelas medidas de desmonte da escola pública e cobrou a valorização dos quadros do magistério e de apoio escolar, há muito ignorados e subvalorizados. Por fim, do prefeito Dória, cobrou menos marketing e mais ações efetivas em defesa das necessárias melhorias na rede municipal.

Ao término da manifestação, comemorou a mobilização ocorrida em todo o país, necessária para demonstrar a força e a voz dos servidores e dos trabalhadores.

O recado das ruas foi dado. Continuaremos na luta.